Sim, ainda dói

Como dói ter notícias suas e saber como anda feliz, como dói saber que você não precisa de mim, como dói te ver nos braços de outra pessoa, como dói ver você passar, como dói não ter o seu sorriso, como dói não acordar ao seu lado, como dói sair a noite procurando alguém como você, como dói todas as doses que tomo para te esquecer, como dói sonhar com você, como dói imaginar que tudo que vivemos foi simplesmente nada, como dói lembrar de você, como dói desejar seus beijos, como dói sentir desejo, como dói te ver segurando a mão de outra, como dói meus pensamentos, como dói essa vazio em meu peito, como dói essas lágrimas reprimidas, como dói quando estou sozinha, como dói sentir solidão no meio de uma multidão, como dói não saber onde você está, como dói lembrar dos seus beijos, como dói fantasiar momentos, como dói lembrar, como dói lembrar dos apelidos, como dói não esquecer sua voz, como dói, apesar de tudo, não conseguir te esquecer.

Sim depois de tanto tempo, depois de tantas coisas, ainda dói.

Uma dose do seu amor

O que você quer de mim? Faço essa pergunta todo dia, a cada instante que me lembro de você. O que significam os seus sorrisos? O que querem dizer suas palavras? Tenho tanto medo de me apaixonar – como se fosse inevitável – por você meu bem. Queria desvendar os seus mistérios, que por sinal são muitos, e saber mais da sua vida. Como o que você faz nas sextas-feiras a noite que some do meu radar, desliga o celular e ninguém sabe  me dizer onde você estar. Ou nos domingos que você nem sequer lembra que existo e só vem falar comigo na segunda-feira à tarde. Por que tão misterioso meu bem? Só me diga o que significaram as flores no dia do meu aniversário, afinal o que sou pra você? Envolva-me em seus mistérios me sirva uma dose do seu amor.

Família de margarina

Eu tenho tantos medos, os quais ele nunca irá entender. Tenho medo que imensa felicidade acabe, tenho medo de ter que aprender a viver sem ele, tenho medo de conseguir realizar nossos sonhos, e até medo de não pertencer aos pensamentos dele. E os sonhos? Esses me dão nos nervos. Será que faço parte deles? Não sei e nunca vou saber.
Vejo pessoas casando. Vejo minhas conhecidas casando, algumas mais novas do que eu e me pergunto quando será o meu dia? Não eu não quero casar só porque engravidei, ou por outro motivo qualquer. Quero que ele deseje casar comigo, que ele fique nervoso no altar, que seus olhos fiquem embaçados quando a música começar a tocar, quero que ele participe de cada detalhe do casamento, que dançar no meio de todos e distribuir amostras da minha felicidade, quero ter uma linda lua de mel, sim eu quero uma família de comercial de margarina, com todos aqueles dentes brancos e cachorros lindos.  E é exatamente ai que mora o meu medo, ficar imaginando que talvez ele não queira nada disso. Então todo meu sonho de família feliz vai escorrer pelo ralo como um vinho barato que ninguém quer.

Viva ao drama

Gosto da privacidade. Aquela sensação boa de saber que não há espiões e você pode ser quem quiser. Gosto de ser quem eu quiser no momento que quiser sem precisar de explicações. É tão bom acordar descabelada e poder ficar assim por horas, sem visitas, sem compromissos, sem interrupções. Gosto de ler coisas idiotas, navegar por sites censurados e fuxicar perfil alheio. Gosto da liberdade e da privacidade que a internet me oferece. Gosto de analisar, julgar e falar mal de todas as barangas do Facebook. Gosto de dançar que nem uma louca e de andar sem roupa, gosto de respirar. Gosto de poder ficar OFFLINE para pessoas chatas, gosto de não ter que atender ao telefone. E a pesar de gostar da privacidade sou uma louca que não consegue viver sozinha, que não quer viver sozinha que tem medo de ser sozinha. Sou o tipo perfeito da CONTRADIÇÃO. Queria até poder gostar de fazer tudo o que gosto, mas não consigo. Preciso do drama eu sou o drama, o verdadeiro drama da contradição.

Um sentimento em outro lugar

Acho engraçado os desencontros dessa vida, não sei dizer se eles acontecem para deixar as pessoas tristes ou para ser um novo tipo de injeção de animo para correr atrás dos sonhos coisa e tal. Tenho uma amiga, amiga mesmo, que já dividiu momentos com vários canalhas e sofreu muito – como sofreu -, chorou horrores e fez até aquela promessinha de fim de relacionamento “Não vou me apaixonar nunca mais”, mas não adiantou o tempo passou logo veio outro canalha, outras mentiras, outros sofrimentos até chegar o fim doloroso de mais um relacionamento que não deu certo. Até que ela finalmente conheceu uma pessoa legal, uma pessoa que demonstra ter um sentimento, que por menor que seja TEM SENTIMENTO, não é só tesão não é só sexo ou qualquer coisa do tipo, é um sentimento. Ele não precisa de nome para ser considerado verdadeiro, não precisa de títulos ele só precisa de duas pessoas que estejam com o coração livre para que ele exista. E eles estão lá, tão solitários em suas vidas agitadas que são inevitáveis, eles se percebem e se desejam – é a segunda chance de, talvez, uma nova história de amor -. Tudo vai bem, há química, há cumplicidade, há desejo, eles encontram um no outro – mesmo que timidamente – o que andaram procurando a muito tempo, mas mesmo com todos os sinais ainda é cedo, eles ainda tem medo, eles não podem dar nome ao sentimento. ELES APENAS VIVEM O SENTIMENTO. Até que alguém puxa as rédeas e eles assustados acordam de um sonho, é o destino dizendo que não há mais tempo. Ela vai embora sem avisar, ele fica sozinho sem saber. Então dois corações choram timidamente uma saudade não revelada um sentimento que eles nem sabiam ter. Não há mais o que fazer, é ESPERAR, esperar o sentimento decidir se vai ou se fica, esperar a vida oferecer de novo os momentos de felicidade que só são vividos quando duas almas se encontram de verdade.

 

Texto inspirado na história de uma amiga que gosto muito

Minha solidão

Eu tenho tantos medos e tantas perguntas, que as vezes me sinto sufocada como se uma mão me puxa-se para baixo e impedisse que eu respira-se. Tenho tantos sonhos e tão pouco tempo que sinto que vou fracassar. É esse maldito pessimismo que não me deixa relaxar, tenho tanto medo do futuro que acabo deixando o presente passar sem realizar sonhos, sem conhecer pessoas, sem me aventurar. Toda noite antes de dormir prometo que o dia seguinte será diferente, mas quando o dia chega tenho medo até de me expor ao sol, sim aquele sol maravilhoso, e tudo foi culpa dele. SÓ DELE, que me usou despedaçou meu coração me fez perder o ritmo, a coragem de viver. Não sinto mais aquelas borboletas no estomago, não sinto mais felicidade, sinto MEDO convivo com o MEDO faço parte do MEDO, preciso me livrar desse MEDO que me leva cada dia mais perto da sua ausência, do seu desprezo e da minha solidão.

Gente grande

Estava pensando nos acontecimentos da vida e percebi como fui BURRA, como perdi tempo ao lado da pessoa que amo, por ser fresca e querer que as coisas fossem sempre do meu jeito.
Lembro que muitas vezes passava horas e horas tendo um dia de BELEZA para ELE e quando ele chegava era pura decepção, pois ou ele não percebia ou não gostava. Pronto era motivo mais que suficiente para fazer um verdadeiro BARRACO e com isso passavam-se HORAS até que tudo ou quase tudo voltasse ao normal. E como eu esperava agradecimentos, sorrisos, presentes, declarações e como eu me decepcionava sem elas.
Até que um dia VIREI GENTE GRANDE e resolvi desencanar dessas coisas de menina mimada e desencanei, OS MELHORES DIAS DO MEU NAMORO COMEÇARAM ALI.
Comecei a aceitar o futebol de sexta à noite, convivi melhor com os amigos dele, passava horas sentada assistindo ele jogar vídeo-game entre tantas outras coisas até aprendi a dormir com a televisão ligada, mas o importante disso tudo é que não fazia mais essas coisas esperando alguma coisa em troca, fazia pelo simples fato de poder fazer a pessoa que amo feliz.

Quando encontrei o que procurava

Você cresceu ouvindo falar no príncipe do cavalo branco que nem eu?
Pois bem, foi a historinha que ouvir por muitos anos e a qual tentei tomar minha história também.
Os anos passaram e esses ‘príncipes’ no final sempre viraram sapos e o meu coração era o único que terminava machucado, até que um dia acordei e não coloquei um vestidinho com salto alto, peguei meu all star velho a calça jeans e uma blusa confortável e fui a luta, não fui atrás de um amor, procurei os melhores caminhos para realizar meus sonhos procurei as melhores pessoas para chamar de amigos e no meio de toda essa vida intensa ELE apareceu, não vestia um roupa de gala e nem chegou de cavalo branco. Ele me passou segurança com seus abraços, felicidade com seu sorriso, coragem com sua determinação e no intervalo de algum beijo, abraço e sorriso me vi completamente apaixonada. Ele era tão diferente do príncipe encantado, tão diferente do que eu achava que estava procurando naquele momento, mas enfim ele foi tudo o que eu precisava não para completar mas para dar início aos novos sonhos – novas buscas.
E foi no momento que tive a certeza que era ELE, cancelei minhas buscas, obtive novas metas, novos sonhos e o mais importante é que cada dia acordo com a certeza que encontrei o que não procurei mas o que foi destinado a mim.

Um bom motivo para mudar

Sempre fui uma criança que tinha a mudança como rotina de vida – e como tive medo dela. Fui das mudanças mais drásticas até as mais bobas, mudei de cidade, mudei de escolas diversas vezes, mudei de casas, mudei de amigos, mudei de gostos, mudei de canal… Mesmo com tantas mudanças ainda tenho receio delas, ainda sinto dor no coração e friozinho na barriga sempre que tenho que mudar – mesmo sabendo que cada mudança foi importante diria ESSENCIAL para que o hoje possa acontecer. Dessa vez mudo de casa, mas aproveito para mudar outras coisas, quero mudar os hábitos, mudar as pessoas, mudar a rotina, quero virar a página, realizar sonhos.
Embarque comigo nessa mudança e aproveite para mudar também.

Senhor Passado

Se o passado soubesse o mal que ele fez em passar, o buraco, o vazio, a saudade que ficou no lugar. Acho justo dizer que o passado é egoísta em seu jeito de ser ele vem trás alegria, pessoas queridas, momentos incríveis para depois brincar com você e mostrar que NADA foi realmente seu, ele foi bondoso e te emprestou momentos felizes, mas quando deu vontade tomou tudo de volta e ficou feliz em cobrar, de você pobre mortal, uma dívida enorme de saudade, que tem como juros lágrimas de solidão.

Então peço a você Senhor Passado, dê uma chance para o futuro porque o presente não tem jeito mais não.

Página 7 de 7« Primeira...34567